skip to content

O curso de Engenharia de Minas teve início em 1875, foi o primeiro instalado no país com
disciplinas específicas para operações na pesquisa e extração de recursos minerais da natureza e
na separação de matérias-primas úteis daquelas sem aproveitamento. O engenheiro de minas atua
na área de tecnologia mineral, desde a prospecção (busca de depósitos minerais), lavra (extração
do minério) até o beneficiamento (processamento, separação e concentração do material extraído).
É de sua responsabilidade avaliar técnica e economicamente o empreendimento mineiro, analisar
os riscos à saúde e à segurança dos trabalhadores, além dos impactos no espaço utilizado durante
a execução do projeto.
Os alunos dispõem de um Centro de Excelência de Geotecnia, além de usufruírem de parcerias
com empresas da área que financiam projetos de pesquisa e extensão, estreitam o relacionamento
entre os alunos e o mercado de trabalho, capacitando-os a atuar em todos os ramos da mineração.

Área de Atuação

O profissional formado em Engenharia de Minas pode trabalhar em empresas mineradoras,
pedreiras, construtoras de estradas, hidroelétricas, empresas de demolição e de softwares de
mineração. Atua com tecnologias de última geração e reciclagem de produtos industriais, além da
prospecção de jazidas. Outras áreas de atuação são os centros de pesquisa e a docência.