skip to content

Localizado no Instituto de Ciências Exatas e Aplicadas (ICEA), o curso foi criado no segundo
semestre letivo de 2009. Visa à formação de profissionais com habilitação plena em engenharia,
capazes de aplicar conhecimentos de computação em diversas áreas, desde empresas de
desenvolvimento de software e telecomunicações até projetos de automação de processos em
variados tipos de indústria.
A grade curricular se subdivide em três tipos de formação: Básica, Tecnológica e Específica. A
formação básica engloba disciplinas da área de matemática, física e algumas disciplinas
elementares de programação de computadores. O conjunto de disciplinas de formação tecnológica
envolve as principais vertentes da área de computação, como bancos de dados, arquitetura de
computadores, inteligência artificial, entre outras. A formação específica permite ao aluno escolher
entre duas áreas de especialização: Redes de Computadores e Telecomunicações, e Engenharia
de Software.

Área de Atuação

A possibilidade de escolha entre duas áreas específicas é o grande diferencial do profissional
formado na UFOP, já que o engenheiro de computação encontra um mercado de trabalho em
expansão após concluir a graduação. Profissionais dessa área podem atuar como gerentes de
projetos, gerentes de telecomunicações, analistas de sistemas, projetistas de hardware,
consultores de tecnologias ou mesmo empreender um negócio próprio.